Competência e seriedade são nossas áreas de atuação.

Acesse seu Processo

Entre em contato com o escritório para obter seu login e senha de acesso.

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro,...

Máx
35ºC
Min
23ºC
Pancadas de Chuva a

Terça-feira - Rio de ...

Máx
35ºC
Min
23ºC
Pancadas de Chuva a

Quarta-feira - Rio de ...

Máx
34ºC
Min
22ºC
Pancadas de Chuva

Noticias

Newsletter

#Saiunatribuna: Veja aqui os destaques da edição de fevereiro

A capa da Tribuna do Advogado de fevereiro destaca a aprovação do presidente da Seccional, Felipe Santa Cruz. Ao iniciar o último ano do seu segundo mandato à frente da OAB/RJ, Felipe tem o apoio de mais de dois terços dos colegas (66,7% de aprovação), conforme aponta pesquisa realizada pelo Instituto Informa. Consideram a gestão regular 25% dos entrevistados, e apenas 8,3% a reprovam. Os dados da pesquisa feita pela Seccional irão auxiliar o planejamento para 2018, ajudando a definir prioridades conforme a vontade dos colegas. Independentemente do critério, a atual administração é bem vista em persos grupos de forma equilibrada: a ampla maioria de homens e mulheres, de todas as faixas etárias considera positivo o trabalho da gestão. Na região metropolitana, a gestão tem 78,7% de aprovação (regular: 14,9%; reprovação: 6,4%); no interior, 70% (regular: 17,5%, reprovação: 12,5%), e na capital, 63,4% (regular: 28,6%, reprovação: 8%). A pesquisa perguntou também aos advogados quais áreas melhoraram com a gestão de Felipe Santa Cruz à frente da Ordem. A defesa das prerrogativas, com 29,7%, foi citada como o tópico de maior aperfeiçoamento – apontada por 31% dos homens e 28,4% das mulheres; por faixa etária, o item foi indicado por 42,7% dos advogados com mais de 60 anos, 26,5% dos que estão na faixa de 41 a 59, e 26,5% dos que têm menos de 40 anos. O Instituto Informa entrevistou por telefone 300 advogados – 145 homens e 155 mulheres –, da capital, região metropolitana e interior entre os dias 19 e 22 e 26 e 28 de dezembro de 2017. Outro destaque é que, atendendo a pleito da OAB/RJ, o Tribunal de Justiça (TJ) e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) dispensaram a obrigatoriedade do uso do paletó e gravata em suas dependências até o término do verão. O ofício da Seccional, motivado pelo intenso calor da estação, foi enviado também ao Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT-1) e ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2). No documento, a OAB/RJ pondera que os últimos verões no Estado do Rio de Janeiro registraram temperaturas por vezes superiores a 40°C, com sensação térmica que chegou a passar dos 50°C. Como nos anos anteriores, a OAB/RJ frisa que esse é um pleito dos advogados que sofrem com as altas temperaturas e que o calor intenso, somado à rotina estressante da vida forense, pode trazer complicações à saúde, como problemas na pressão arterial e desidratação, por exemplo. A entrevista com o juiz Marcelo Semer, que criticou a distância entre a Justiça e o cidadão – “O povo não pode ser um estranho nos edifícios construídos com sua contribuição” –, e o que chamou de “messianismo” de certos magistrados – “Em geral, quando o juiz aparece demais, há uma enorme chance de estar fazendo um serviço que não é o seu” –, além do debate sobre a neutralidade da rede no Brasil, após a decisão da Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos que reverteu as regras que garantiam o instrumento naquele país, são outros assuntos que estão na Tribuna deste mês.
08/02/2018 (00:00)
Visitas no site:  47230
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia